UFMA: Obra do RU do Paulo Freira ainda INACABADA

0
A Reitora Nair Portela junto do Pró Reitor João de Deus assinaram no dia 5 de julho deste ano, o termo de contrato de privatização que terceirizou o fornecimento de refeições para os estudantes e efetuaria a instalação de mais três restaurantes, totalizando quatro restaurantes universitários no campus de São Luís, a partir do segundo semestre.
 
Só que como tudo que eles tem feito vem sendo um desastre, a inauguração do restaurante que começou a ser instalado no Centro Pedagógico Paulo Freire era para ter acontecido na última segunda feira (30 de setembro), e até agora nada!
 
Estamos buscando uma maior economia de recursos, mantendo a qualidade de fornecimento da alimentação para a comunidade acadêmica e desempenhando uma gestão diferenciada, porque nossos técnicos e nutricionistas compartilharão suas experiências, participando de todo o processo de trabalho junto à empresa, atendendo prontamente os alunos nos diferentes locais de refeição, diminuindo o tempo de espera na fila do RU”, afirmou Nair Portela em matéria vinculada no site oficial da UFMA.
 
Porém não é isso que tem acontecido. Com a não inauguração do restaurante no Paulo Freire até hoje, alunos de todos os prédios do campus Bacanga sofrem com as enormes filas no restaurante principal na área de vivência!
 
Com a privatização, segundo Nair Portela e João de Deus, a economia está sendo 5 vezes menos do que era gasto, mas o que é incrível e não explicado, é o motivo disso não ter sido feito antes, já que a economia é tão grande assim, e para onde ia o dinheiro do contribuinte antes da privatização? E se está sendo economizado tanto dinheiro, porque não foi destinado para a abertura do restaurante universitário do campus que o professor Natalino Salgado construiu durante a sua última gestão? Se a economia foi tão grande porque o restaurante do Paulo Freire não foi terminando a tempo de ser inaugurado, já que existe verba para isso?
 
A ligação dos dois com Flávio Dino perpassou o campo político e foi para o campo da gestão administrativa, assim como o governador do estado, que pinta escolas e chama de “Escola Digna”, Nair e João de Deus tem têm utilizado desses engôdos de melhoria, para tentarem se firmar como uma boa gestão, porém, estudantes, técnicos e professores sempre sentiram na pele o descaso dessa gestão!
 
Agora é hora do Ministério Público Federal – MPF tomar as providências cabíveis e responsabiliza-los pelos prejuízos ao cofre público, pelo desperdício de dinheiro e por prejudicar milhares de pessoas que compõem a comunidade acadêmica da UFMA!
 
Segue as fotos do andamento da obra do RU que deveria ser entregue dia 30/09/19:
 






Share.

Comments are closed.