Senador Roberto Rocha abre o verbo: Dino fez da prefeitura um “puxadinho” do Palácio dos Leões

0

Roberto Rocha sai em defesa do prefeito do PDT, Edivaldo Holanda Jr, que, enfim honrou as calças que veste e disse um NÃO aos abusos do Dinismo.

O senador tucano reagiu, após fala de outro subordinado do comunismo Dinista, secretário Carlos Lula, que já está sendo visto como o possível candidato de Flávio Dino a governador nas eleições de 2022.

Uma  vergonha que os secretários estejam usando as estruturas públicas, contrariando por completo as leis, como se viu no primeiro turno das eleições municipais, para promoverem um consórcio de candidatos ligados ao governador Flávio Dino, que vem abusando do cargo de chefe do executivo estadual.

Agora no segundo turno, na capital do Maranhão, São Luís, Flávio Dino continua obrigando todos os funcionários públicos, efetivos, cargos comissionados, e demais subalternos, para votarem ou pedir votos para seu candidato, Duarte Júnior, quem ousar desobedecer é xingado, perseguido ou taxado de “traidor” ou “inimigo”.

Confira a fala de Roberto Rocha:

Como sanguessugas, os comunistas tentaram saquear a prefeitura de São Luis, fazendo dela um puxadinho do palácio dos Leões. Não permitiram que e o prefeito apresentasse um candidato na sua própria sucessão, e agora exigem que ele coloque a máquina da prefeitura na campanha.

Como o prefeito não aceita, por razões óbvias, deixará o cargo daqui a poucos dias, eles passam a chamá-lo de traidor. É de lascar!!!!

Por isso tenho dito:

No Maranhão não poderá haver neste século um mal maior que o comunismo.

Contudo, Deus não permite um mal tão grande que dele não se possa tirar um bem maior“.

Roberto Rocha, Senador dos Maranhenses

Abaixo, fala do secretário Carlos Lula:

Por Ricardo Santos

Share.

Comments are closed.