SECCOR foi criada para perseguir o Grupo Sarney e seus aliados e ignorar crimes de Flávio Dino

0

Rombo na Saúde, FEPA, EMAP, porque a SECCOR não investiga?

Com tantos indícios de corrupção nas secretarias do governo comunista do Maranhão a Superintendência de Combate a Corrupção(SECCOR) no Maranhão cruza os braços e não investiga, quando começa a investigar, vem uma ordem superior e manda arquivar as investigações iniciadas.

Assim é o governo comunista! De transparência não tem nada.

Esses indícios de esquema de corrupção em diversos órgãos do governo do Maranhão sem serem investigados pela SECCOR, chamou à atenção do Departamento de Jornalismo SJNOTÍCIAS/MA, que caiu em campo para obter uma resposta satisfatória a sociedade maranhense.

Na tarde de ontem(07), conversamos com um delegado da Polícia Civil, que não quis gravar entrevista temendo retaliações, mas falou em off a nossa reportagem, pedindo que seu nome não fosse revelado nesta matéria.

Segundo o delegado, a SECCOR, criada pelo governador Flávio Dino, tinha como objetivo inicial investigar Roseana, Ricardo Murad, prefeitos, políticos e empresários ligados ao grupo Sarney. Flávio Dino queria a todo custo prender Roseana e Ricardo Murad.

“Temos uma maravilhosa equipe formadas por delegados, investigadores e escrivães super competentes que estão sob o comando de um grande delegado que é o superintendente Roberto Fortes, acontece que quando se trata de investigar os secretários de governo supostamente envolvidos em esquema de corrupção, a SECCOR é obrigada a fazer vistas grossas e cruza os braços, em cumprimento de ordens do próprio governo do Estado, o que é uma vergonha para a polícia Civil do Maranhão”, falou!

Isso é uma prática costumeira no governo comunista! Espionar adversários políticos e mandar arquivar investigação com envolvimento de pessoas ligadas ao seu governo, prevalecendo um velho ditado:

“Para os amigos do governo, os favores da lei. Para os inimigos do governo, os rigores da lei”, disse o delegado!

“Assim segue o governo comunista no Maranhão, utilizando as forças policiais para espionar seus adversários, profissionais da imprensa que não rezam a sua castilha e encobrindo crimes de corrupção dentro do seu governo”, concluiu!


Operações Jornalísticas Investigativas Especiais – OJIE
Por: Stenio Johnny
Radialista/Repórter Investigativo
RI/RPJ-MA 0001541

Fonte: SJNOTÍCIAS/MA.

Share.

Comments are closed.