Sampaio tem de desistir e focar planejamento em 2021

0

Acabou. Podem jogar a toalha. Apesar da matemática ainda não cravar o sonho do acesso do Sampaio ficou para uma outra temporada.

A Bolívia Querida segue realizando péssimas atuações e na noite desta sexta-feira chegou ao sétimo jogo sem vencer. A da vez foi diante do Cruzeiro, por 1 a 0, no Castelão, com gol de Willian Pottker, aos quatro minutos do primeiro tempo.

O Tricolor simplesmente empacou nos 45 pontos e agora já é o nono colocado. Uma pena, mas a temporada pro time maranhense acabou. Que cumpra sua tabela e já comece a planejar o seu 2021.

O que faltou? Faltou gás, faltou elenco que mesmo quando vinha em uma série de vitórias fazia questão de destacar que a fatura chegaria. Faltou assertividade nas contratações da reta final. Chegaram Dione, Mailson, Serginho e Roni, que simplesmente estreou a esta altura do campeonato. Os outros ou não foram relacionados ou entraram no fim. Já eram poucos em números e foram ainda menores em qualidade.

Faltou também uma releitura tática da equipe. A plataforma do 4-3-3 ficou ineficaz há algum tempo, lá atrás, quando o time ainda conseguia vencer no sufoco. Dava pra fazer as alterações e o Sampaio não precisava de uma pré-temporada para criar tais alternativas. A burocracia tática apresentada pelo Sampaio foi um componente fortíssimo para este declínio apresentado.

Alguns jogadores importantes também devem ter registrada sua porcentagem, pois na reta final simplesmente desapareceram se apresentando a abaixo daquele pior momento de zona de rebaixamento superado pelo time. Logística? Só vai mudar quando se tira a Ilha de São Luís do lugar. Alguém descobriu isso agora? E outra, mesmo sendo desafiadora não acredito que esteja dentro dos fatores principais. O torcedor fala muito do “largou” eu não acredito nessa tese. Pra mim não faz sentido.

Só espero que essa oportunidade histórica volte a bater na porta do futebol maranhense e, diferente desta temporada, ela seja bem recebida…

Fonte: Afonso Diniz.

Share.

Comments are closed.