Realizada audiência pública para discutir a situação do transporte público em São Luís

0

Ontem (18/02), aconteceu também uma audiência pública convocada pelo vereador e Presidente da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de São Luís, Umbelino Junior (Cidadania), para discutirem no legislativo municipal sobre a situação em que se encontra o transporte público de São Luis, frente ao recente aumento das tarifas do transporte coletivo da nossa capital.
Na ocasião, foram convidados representantes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), empresários que atuam nos consórcios que operam na capital, Ministério Público, Vara de Interesses Difusos e Coletivos, PROCON, além dos Sindicatos das Empresas de Transportes e dos Rodoviários.
Em sua fala, o vereador Umbelino disse que o município precisa revisar o decreto que autorizou o aumento no valor da passagem, e foi enfático ao desafiar o prefeito Edivaldo Holanda Júnior a assinar um decreto revogando o aumento das tarifas de ônibus, visto que tal aumento, não contempla as melhorias que deveriam ser feitas em todo o sistema de transporte público na capital.
“Sabemos que existe uma licitação, onde acordos estão previstos em contrato, no entanto, é preciso que o Poder Público reveja essa decisão e volte atrás dessa medida. O trabalhador foi surpreendido com esse aumento no valor da tarifa e não podemos aceitar”, ressaltou Umbelino.
O vereador disse mais: “Eu tenho certeza que Deus irá tocar seu coração prefeito Edivaldo Holanda Júnior! É muito fácil, pegue sua caneta, assine nesse momento o decreto! Ajude mais de 500 mil pessoas que utilizam esse transporte público! Tenha dó! Tenha misericórdia! Atente que tem um Deus maior, e que todo poder é passageiro…”
Os vereadores Sá Marques (Podemos), Barbara Soeiro (PSC), Honorato Fernandes (PT) e Pavão Filho (PDT), além do PROCON, DCE-UFMA e de representantes das diversas comunidades da capital e Maranhão, também se fizeram presente na audiência.
“É preciso que o município reveja esse decreto, olhe com atenção para o trabalhador e veja uma forma de reduzir o valor da passagem para que nossa população não continue sendo prejudicada. Já fizemos o pedido publicamente ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, caso haja morosidade, iremos recorrer na Justiça para que nosso pedido seja atendido”, concluiu Umbelino.

Share.

Comments are closed.