Proposta de Roseana é usada por Flávio Dino para tentar diminuir gastos

0

Em agosto a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) foi entrevistada na Sabatina de O Estado. Na ocasião, ela sugeriu que o governo adotasse o UBER e serviços alternativos de transporte como forma de diminuição de custos. Aliados e entusiastas do governador Flávio Dino ridicularizaram a proposta na época. Passados três meses e após gastar cerca de R$ 120 milhões com aluguel de veículos, a proposta da ex-governadora foi colocada em prática por Flávio Dino por meio de decreto na semana passada.

Durante a campanha a ex-governadora Roseana Sarney falou de sua experiência em poupar recursos e prometeu que, caso fosse eleita, iria criar uma estrutura em que funcionários do governo iriam usar uma espécie de “cartão” para serviços de táxi e UBER. Veja o vídeo:

No dia 06 de dezembro o governador editou um decreto (AQUI) em que concretiza a proposta de campanha da ex-governadora Roseana Sarney. O decreto determina a substituição de veículos alugados por táxis, Uber e similares e se estende tanto a as secretarias quanto empresas do governo estadual. No texto em que comunica a medida, o governo deixa claro que ela foi tomada para “economizar dinheiro público”.

CUSTOS MILIONÁRIOS

Levantamento no Portal da Transparência do Governo do Estado demonstra que nos últimos quatro anos foram gastos cerca de R$ 120 milhões. O montante foi gasto entre 2015 e 2018 e dividido entre 19 locadoras.

Em setembro O Estado denunciou a ligação, no mínimo estranha, entre empresas de aluguel de veículos que prestam serviço ao governo e a campanha do governador. Caso da Parvi Locadora LTDA, de Recife. Uma caminhonete Hilux, marca Toyota, de placas PCI-3649, de Recife, plotada com propaganda de Flávio Dino foi fotografada várias transportando pessoas da família do governador em um colégio da capital, no Renascença. A empresa recebeu pelo menos R$ 18,3 milhões desde o primeiro ano do governo de Flávio Dino.

Por Linhares Jr. via O Estado MA

Share.

Comments are closed.