Prefeitura de São Luís implementa conjunto de ações para volta gradual e segura do ensino presencial

0

A Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias de Educação (Semed), tem implementado um conjunto de medidas para o retorno gradual e seguro das aulas presenciais da rede municipal de ensino, previstas para o segundo semestre de 2021. Um Protocolo de Saúde na Escola foi elaborado e aprovado por diversas entidades da educação, com um conjunto de medidas sanitárias elaboradas exclusivamente para a segurança dos alunos, profissionais da educação e famílias nas escolas, com entregas de itens de higiene e cuidado.

“Estamos avançando no sentido de garantir o retorno das aulas presenciais, de forma gradual e híbrida no próximo semestre. Para isso, temos feito grandes investimentos na melhoria da rede de ensino e na elaboração de um protocolo sanitário que garanta a segurança de toda a comunidade escolar. Essa retomada precisa ser feita de forma responsável e com o envolvimento das famílias que estão sendo chamadas a participar das discussões sobre o retorno às aulas presenciais, porque entendemos que essa é uma decisão que deve ser partilhada entre a escola e a família”, disse o prefeito Eduardo Braide. 

Dentre as ações que estão sendo colocadas em prática pela gestão do prefeito Eduardo Braide estão ainda a preparação pedagógica e a adaptação dos espaços físicos das escolas que recebem obras de reforma, realizadas conjuntamente com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). Aliado a tudo isso, segue a bem-sucedida campanha municipal de vacinação contra a Covid-19 que atualmente está imunizando adolescentes e segue com a vacinação dos profissionais de educação que estão recebendo a segunda dose do imunizante. 

Conforme o calendário de 2021 da rede municipal, no primeiro semestre letivo, as escolas seguiram o ensino remoto até o final de junho, com aulas on-line e atividades impressas entregues aos alunos que não puderam acompanhar pelo Google Classroom, seguindo período de férias em todo o mês de julho. 

Para o segundo semestre, a partir de 2 de agosto, serão feitas formações pedagógicas, inclusive sobre o protocolo sanitário, para gestores, professores, familiares e alunos, etapa fundamental para o retorno seguro e gradual das aulas presenciais em formato híbrido, que ocorrerá a partir de 16 de agosto, com planejamento e segurança. 

As escolas com o ensino híbrido terão as atividades realizadas por grupos de alunos para cada semana. Em uma semana, parte dos alunos terá aulas presenciais e na semana seguinte terão aulas remotas, assim sucessivamente. Para as escolas que não retornarem no formato híbrido, as suas atividades letivas seguirão através do ensino remoto, com o uso do Google Classroom, até que sejam preparadas e anunciadas para o novo formato de ensino. 

“É acolhendo e dialogando com professores, famílias e estudantes da rede municipal de São Luís que conseguiremos ter um retorno gradual das aulas presenciais, seguro e tranquilo, em formato híbrido, que ocorrerá em agosto. Precisamos cuidar também dos impactos emocionais que a pandemia trouxe para os professores e para comunidade escolar”, disse o secretário municipal de Educação, Marco Moura.

Capital brasileira da vacinaSão Luís é a capital brasileira com a vacinação mais avançada, inclusive a primeira cidade do nordeste a vacinar os profissionais da educação e a primeira a vacinar pessoas com 15 anos, medida de extrema importância para conter a disseminação do vírus causador da Covid-19 na sociedade. 

Outras medidas, como distanciamento social, o uso obrigatório de máscaras, a higienização regular das mãos, o uso do álcool em gel, limpeza e desinfecção de ambientes e ônibus escolares, isolamento de casos suspeitos e confirmados, são fundamentais e devem ser feitas de forma integrada, permitindo a retomada gradual das aulas presenciais, no formato híbrido. 

A Prefeitura tem reforçado o diálogo com as entidades representativas, e através da Semed vem participando de diversas reuniões com o Sindicato da Educação (Sindeducação), Conselho Municipal de Educação (CME), Ministério Público do Estado do Maranhão e representantes das famílias dos estudantes.

Parceria

A Prefeitura de São Luís também está trabalhando na busca de parcerias externas para apoiar o reforço das atividades para o retorno presencial do ensino nas escolas municipais. 

Uma delas, com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e com o Centro Educacional e Social São José Operário (Cesjo), instalou mais de 40 estações de lavagem de mãos nas escolas, o que auxilia na importância do autocuidado e higiene pessoal. Além da instalação das estações de lavagem de mãos, outras ações foram implementadas como a aquisição de termômetros, adequação ao protocolo da Covid-19 com sinalização em toda escola, instalação de totens para álcool em gel nas dependências das escolas. A ideia é aferir a temperatura dos alunos antes de entrarem nas unidades de ensino.Outros parceiros importantes também colaboram, como a Fundação Lemann com o suporte no planejamento pedagógico e na troca de experiências nacionais da retomada das atividades presenciais; o Sincroniza Educação no suporte das ações de conectividade nas escolas; a Fundação Vale e Fundação Getúlio Vargas com formações de professores para a melhorias nos processos de alfabetização; o Instituto Alcoa com o auxílio na preparação dos planejamentos estratégicos da educação e formação dos gestores escolares; o Sebrae com ações de empreendedorismo; o IFMA com a oferta de grupos profissionalizantes para a Educação de Jovens e Adultos, além de outras iniciativas para a melhoria do ensino na rede municipal pública de São Luís.

Entregas de Unidades de Educação BásicaFoto: DivulgaçãoAinda como parte das ações de retomada segura das aulas presenciais em São Luís, no mês passado, o prefeito Eduardo Braide entregou a U.E.B. Senador Miguel Lins (Anexo), no Ipase de Baixo e Mary Serrão Ewerton, Zona Rural de São Luís, em Pedrinhas. 

No início deste mês, foram entregues as U. E. Bs. Pedro Marcosini Bertol, no Jaracati, Alberto Pinheiro Infantil, na região central de São Luís, Governador Jackson Kepler Lago, na Cidade Operária, e Sofia Silva, na Vila Passos. 

As requalificações fazem parte do programa Escola Nova, um grande pacote de investimento que vem sendo feito pelo prefeito Eduardo Braide, desde que assumiu a gestão municipal, visando garantir o ensino com qualidade e acessível a todos.

Preparação

O Núcleo de Acolhimento e Bem-Estar (NAED) da Semed está realizando uma série de visitas às escolas com o projeto Diálogos e Reencontros, parte do programa Escola Aberta. O objetivo é mobilizar professores, gestores, equipes de educação e as famílias dos alunos da rede na discussão sobre a volta gradual das aulas presenciais, com atividades culturais e teatrais, orientações acerca dos cuidados e higiene a serem tomados na escola e ao retorno de suas casas. 

Dentro do pacote de investimentos para as escolas, está ainda a implantação de rede de internet de alta velocidade para garantir mais conectividade para a educação municipal. O Escola Conectada é o programa que busca a melhoria da rede de internet e aquisição de equipamentos de informática para dar apoio aos professores da nossa rede de ensino. 

A Prefeitura já capacitou mais de quatro mil professores e mais de 500 gestores escolares da rede para o uso da plataforma Classroom, utilizada por grandes escolas da rede particular de ensino, e agora disponível para uso na rede municipal, com a criação de mais de 100 mil contas digitais para alunos, professores e gestores e coordenadores. 

Outra preocupação da Prefeitura de São Luís é tornar a educação para pessoas com deficiência cada vez mais acessível, dando a todos o direito de formação com qualidade. Na segunda quinzena de maio, o prefeito Eduardo Braide convocou 70 professores, dentre eles profissionais que vão atuar nas funções de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras), Braille e Atendimento à Educação Especializada. Também, na reforma das unidades, a Prefeitura incluiu nos serviços a adaptação de acessibilidade em todos os espaços dos prédios.

(Prefeitura de SLZ)

Share.

Comments are closed.