Pífio desempenho de Rubens Jr. desperta preocupação entre os comunistas

0

Deputados, analistas políticos, marqueteiros, lideranças e dirigentes partidários falaram sobre dificuldades na candidatura do comunista

SÃO LUÍS – A estagnação da pré-candidatura de Rubens Pereira Jr (PCdoB) em todas as pesquisas divulgadas neste ano abalou a confiança do grupo governista na candidatura do deputado federal licenciado. Apesar do apoio explícito do governador e de meses à frente da secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano, o clima de desconfiança é notório.

Segundo o próprio Rubens Jr, procurado por O Estado para comentar a situação, a realidade difere das aparências. “Não há dúvida quanto a candidatura. Muito pelo contrário. Nosso partido está unido nesse projeto, com uma grande chapa de vereadores. Temos somado alianças partidárias, tanto é assim que é nossa a maior aliança partidária desse momento, com cinco partidos e outros vindo. O que há é tentativa de ataques por conta da viabilidade do nosso projeto”, disse.

Apesar da confiança, membros da base do governo temem pelo resultado da candidatura; “O governador entre uma superestrutura para um político desconhecido em São Luís para enfrentar alguém que, além de ser conhecido, aparecer nas pesquisas com mais de 40%. Isso pode ser um suicídio político”, disse um deputado da base governista que preferiu não se identificar por medo de represálias.

O marqueteiro e analista político Paulo Moura acredita que a estratégia de Rubens Jr atrapalha sua decolagem. Contudo, Moura afirmou que esse problema não afeta apenas o comunista. “O eu posso dizer, observando pesquisas, é que há um erro de posicionamento na pré-campanha. E isso se aplica a outras candidaturas. Posicionar não é apenas lançar candidatura. E muitos pré-candidatos estão fazendo isso”, disse.

Para Paulo Moura, a fala de Rubens Jr é dissociada do cargo que ele disputa e se resume, em grande parte, a replicar modelos de campanhas anterior. Como os “Diálogos por São Luís”. Paulo afirmou que também falta a Rubens Jr autenticidade. “Há muito plástico e pouca personalidade”. A crítica também de estende aos demais candidatos.

Um membro da cúpula do PCdoB no estado fez uma avaliação diferente das demais. Ele acredita que o desempenho é ruim “porque nunca militou na cidade. Fez um bom trabalho na secretaria, fez boas alianças. Mas o tempo é um adversário cruel”. Na opinião do comunista, apenas a entrada massiva do ex-presidente Lula e do governador Flávio Dino podem salvar a candidatura. “O problema é que o governador precisa gerenciar a coalização que o elegeu e sustenta o governo. Estrar de cabeça na campanha seria um grande risco”, disse.

O ex-deputado e analista político Joaquim Haickel concorda com a análise. “Rubens Jr não tem identidade de São Luís, é um político do interior. Ele faz tudo o que pode para subir, mas sem a ajuda do Flávio não irá ter êxito”, disse.

Haickel ainda elencou outra dificuldade na campanha de Rubens que pode interferir em um afastamento do governador. “Dentro do próprio PCdoB há nomes fortes que já declararam apoio a candidatos de outros partidos. O secretário de segurança, Jeferson Portela, foi um deles. Também há outros comunistas de alto escalão, que ocupam chefia de poderes, que também não vão com ele. A situação é péssima neste aspecto”.

Para Rubens Jr, as análises negativas sobre seu desempenho são fruto de perseguição e ele está crescendo. “Como todos têm acesso às pesquisas, especialmente as qualitativas, que mostram que a nossa candidatura cresce, isso transforma-se em ataques. Estou tranquilo e consciente que ainda estamos na fase da pré-campanha. Quando começa a campanha é que é pra valer. O momento é de debater a cidade e trabalhar na preparação de um bom plano de governo”, concluiu.

Por José Linhares Jr.

Share.

Comments are closed.