Operação da PF sobre fake news afetou Bolsonaro, diz ministro do STF

0

Um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) que pediu para não ser identificado disse à CNN que os ataques do presidente Jair Bolsonaro à instituição revelam que as operações ocorridas ontem “bateram na perna quebrada dele”.

O integrante do STF ressaltou que as medidas, tomadas no âmbito do inquérito que apura fake news, pegaram ativistas e financiadores de campanhas ligados a Bolsonaro. Citou também que as investigações poderão fortalecer os processos, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pedem a cassação da chapa formada por Bolsonaro e Hamilton Mourão.

De acordo com ele, o STF não deverá “bater boca” com o presidente da República. O mais provável é que haja um movimento para despersonalizar as decisões, que, nos casos polêmicos, passariam a ser decididas pelo plenário e não mais de forma isolada, por cada um dos ministros.

No início desta tarde, o ministro Edson Fachin reiterou a decisão que tomara há um ano, quando remeteu para o plenário a ação movida pela Rede Sustentabilidade que questiona o inquérito sobre fake news aberto pelo presidente do STF, Dias Toffoli.

Ontem, o procurador-geral da República, Augusto Aras, se manifestou na ação movida pela Rede e pediu que o STF suspendesse o inquérito até que o plenário da corte se manifestasse sobre a legalidade de sua instauração.

Por Fernando Molica, CNN

Share.

Comments are closed.