O engodo de Flávio Dino em relação a reabertura do comércio

0

A Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) comunicou neste dia 29 por meio de nota que continuam em vigor as restrições estabelecidas pelos decretos 35.667 e 35.668 que normatizam o funcionamento de segmentos comerciais no Maranhão. Porém como todas as áreas do governo do estado, essa é mais uma que Flávio Dino não tem o mínimo de controle!

É de ficar abismado que o comercio do bairro da Cidade Operária, umas das regiões mais populosas da ilha, tem suas atividades com praticamente 80% de funcionamento!

Sem contar que a Cidade Operária é o polo, circuncidada por outros bairros ainda mais populosos como a Cidade Olímpica, a maior ocupação da América Latina! Bairros que são totalmente esquecidos pelo governo do estado, sem esgoto, asfalto e outros serviços básicos.

E o maior agravante dessa conjuntura toda é o fato de que a primeira vítima que morreu pelo o covid-19 estava na UPA da Cidade Operária. Além da UPA temos um dos principais hospitais da cidade, o Socorrão II.

Temos informações dos bastidores do Palácio dos Leões de que são os comerciantes que estão querendo retornar as atividades, puro engodo. Na verdade é o próprio governador que inspirado no presidente Jair Bolsonaro quer que o comércio volte a funcionar e tem colocado a responsabilidade nos empresários, haja visto que a máquina estatal de que ele tomou de conta precisa de impostos para continuar funcionando.

Se não houver nenhum tipo de fiscalização na região e os comércios continuarem abertos, o risco de proliferação do vírus nessa semana, que é a mais crítica, será altíssimo. Corremos o risco de não só contaminar os pacientes do hospitais que ali estão, como pessoas de vários outros bairros da capital. E o grande culpado disso tudo vai ser o (des)governador Flávio Dino!

Share.

Comments are closed.