“Não tem UTI, amo vcs”: Foi a última mensagem da mãe que morreu de Covid-19 à filha no RS

0

Eu vou pra UTI, só não tem vaga em nenhum lugar. Amo vocês“, escreveu a comerciante Valéria de Abreu em mensagens para a filha mais velha, a assistente comercial Giulia Mariana, no sábado (27/02).

Valéria, que tinha 42 anos, estava internada em decorrência de complicações da covid-19. Em um hospital público de Esteio, município do Rio Grande do Sul, ela passou seus últimos dias de vida em meio ao caos ligado à falta de leitos em diversas regiões do país, em razão do aumento de casos do novo coronavírus no Brasil.

O último contato da comerciante com a filha mais velha, por meio do WhatsApp, foi compartilhado pela jovem de 23 anos no Twitter horas após a morte de Valéria, na terça-feira (02/03).

“Essa foi a última mensagem que tive da minha mãe (…) Usem máscara, não saiam se não for necessário, por favor”, escreveu Giulia na publicação, que já teve mais de 125 mil curtidas e mais de 13 mil compartilhamentos na rede.

A situação vivida por Valéria ilustra o caos no país em decorrência da covid-19 — nos últimos dias, o Brasil registrou sucessivos recordes de mortes e se aproximou de 2 mil óbitos pelo novo coronavírus em 24 horas.

Fonte: BBC Brasil

Share.

Comments are closed.