Não saia sem dinheiro para o Uber, rodoviários podem entrar em greve a qualquer momento

0

Nas duas Assembleias realizadas nesta quarta-feira (28), os Rodoviários decidiram retomar o movimento grevista, devido a resistência dos empresários em negociar a nova Convenção Coletiva de Trabalho.
Por enquanto, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão não vai informar de que forma e quando, as ações conduzidas pela categoria serão praticadas. A intenção do movimento, não é causar transtornos a população, mas sim, reivindicar pela garantia de direitos dos trabalhadores, que vêm sendo ameaçados pelos empresários.

O impasse entre trabalhadores e patrões segue desde setembro, sem uma definição. Os empresários não querem conceder reajuste nos salários e nem no ticket alimentação, fora que pretendem pagar somente metade do valor do plano de saúde, acabar com o plano odontológico e o mais grave de tudo, por fim a função de cobrador, o que resultaria em demissão em massa no transporte público da Grande São Luís.
“A Convenção Coletiva de Trabalho, que garante os direitos dos Rodoviários, deveria ter sido negociada desde setembro, o que ainda não ocorreu. A decisão dos trabalhadores é clara. A categoria rejeita a atual contraproposta dos patrões. É pela defesa das conquistas dos Rodoviários e principalmente, pela permanência da função de cobrador, que estamos retomando o movimento grevista, que por enquanto, será mantido em sigilo, sendo amplamente divulgado, quando tudo estiver definido”, ressaltou Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do MA.

Por Juraci Filho

Share.

Comments are closed.