Ministério da Cultura investe mais R$ 55 milhões no fomento ao audiovisual

0

O Ministério da Cultura (MinC), por meio da Agência Nacional do Cinema (Ancine), abriu as inscrições para a Modalidade B do Edital de Fluxo Contínuo de Produção para Cinema. A Chamada Pública é voltada para seleção de projetos de produtoras brasileiras independentes de longas-metragens de ficção, documentário e animação, com destinação de R$ 55 milhões aos selecionados. Serão avaliados o diretor, o desempenho comercial e o histórico de entrega da produtora, a qualificação da distribuidora e o desempenho artístico.

O Edital de Fluxo Contínuo de Produção para Cinema vai disponibilizar R$ 150 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), divididos em quatro Modalidades, sendo que cada projeto poderá ser inscrito em apenas uma delas. A Modalidade A, que já teve as inscrições encerradas no dia 18 de setembro, selecionou projetos de distribuidoras nacionais independentes, com destinação de R$ 55 milhões.

Na Modalidade C, as inscrições começam no dia 2 de outubro, com R$ 25 milhões reservados a projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente sediada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; na Região Sul e estados de Minas Gerais e Espírito Santo; e distribuidora brasileira independente sediada em qualquer região do país, desde que o projeto inscrito seja de produtora sediada nas regiões listadas acima.

Por fim, a Modalidade D destinará R$ 15 milhões à complementação de recursos de projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente. As inscrições dessa etapa serão abertas em 9 de outubro.

Com base na pontuação final obtida, nas quatro modalidades, cada projeto será enquadrado em uma faixa de pontuação que dará direito a acessar diferentes tetos de valores.

Imirante.com

Share.

Comments are closed.