Governo Federal inicia construção da Ferrovia que ligará o Porto de Itaqui (MA) ao Porto de Santos (SP)

0

Presidente da República, Jair Bolsonaro, participou na tarde desta sexta-feira (17), em Mara Rosa (GO), da solenidade que marcou o início da construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO). O evento integra a programação do Setembro Ferroviário, mês dedicado pelo Governo Federal à expansão do transporte por trilhos no país.

Presidente Jair Bolsonaro na cerimônia de início das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste. – Foto: Clauber Cleber Caetano/PR.

Serão investidos R$ 2,7 bilhões na construção de 383 quilômetros de trilhos, entre Mara Rosa e Água Boa, no Mato Grosso, interligando o Vale do Araguaia à Ferrovia Norte-Sul (FNS). A nova malha ferroviária vai favorecer o escoamento da safra de grãos aos portos de Santos (SP), Itaqui (MA) e, no futuro, Ilhéus (BA).

“Durante 2019, estive aqui, onde nós assinamos a ordem de serviço para conclusão da Ferrovia Norte-Sul. Uma ferrovia que liga lá do Maranhão, do Porto de Itaqui, até o Porto de Santos, em São Paulo. Fazendo a conexão com a Fico, cada vez mais nós temos a certeza que aquilo que nós produzimos no Brasil chegará mais barato não só na mesa do consumidor, bem como nos portos para exportar para fora do nosso Brasil”, disse o Presidente.

Este é o primeiro empreendimento ferroviário por meio de investimento cruzado, ou seja, utilizando a outorga da renovação antecipada de contrato com a mineradora Vale pela Estrada de Ferro Vitória-Minas. “O ressurgimento deste modal realmente era sonhado por muitos neste Brasil. Mas ninguém faz nada sozinho, sempre temos que ter alguém do nosso lado. Neste caso aqui, temos a iniciativa privada: a nossa Vale do Rio Doce, uma empresa fantástica que colabora conosco, em especial, na infraestrutura pelo Brasil”, ressaltou o Presidente Jair Bolsonaro.

A expectativa é que a obra gere cerca de 4,6 mil empregos e seja concluída em até cinco anos, conforme prevê o contrato. “O nosso desafio agora, a nossa obsessão é gerar emprego. são caras que vão levar o sustento para dentro de casa, que vão ter tranquilidade, a dignidade no emprego. Eu fico feliz pelos produtores rurais que vão ganhar em competitividade porque a gente está aumentando a oferta ferroviária e isso representa diminuir custo”, frisou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Expansão

Segundo o Ministério da Infraestrutura, já estão em andamento tratativas para expandir a Ferrovia de Integração Centro-Oeste até Lucas do Rio Verde (MT). A empresa VLI Logística apresentou proposta para investir R$ 6,4 bilhões na construção e operação de trecho com 557 km de extensão, a ser criado entre Lucas do Rio Verde e Água Boa. O projeto está sendo avaliado pela pasta.

Nos primeiros sete dias de vigência do novo instrumento das autorizações ferroviárias, o MInfra recebeu 11 pedidos de investidores privados interessados em operar ferrovias em 10 unidades da Federação.

(Governo Federal)

Share.

Comments are closed.