Flávio Dino volta a ser incoerente ao comentar cenário nacional

0

É impressionante como praticamente todas as vezes que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), vai comentar o atual cenário nacional, ele o faz de maneira incoerente.

Na terça-feira (16), o Blog do Jorge Aragão já demonstrava isso, quando o comunista criticou os ‘agentes da lei’ por perseguição a jornalistas, prepotência e arrogância, todas características que Dino foi acusado durante sua gestão.

Já nesta quarta-feira (17), Flávio Dino voltou a ser incoerente ao comentar sobre o cenário nacional. O comunista ao abordar um eventual recuou do PIB no 2º semestre. pregou algo que não fez no seu governo, medidas para evitar que as riquezas fiquem nas mãos de poucos.

Será que Flávio Dino esqueceu da sua política econômica e/ou fiscal que privilegiou um único grupo que atua no Maranhão no ramo de atacadistas e/ou varejistas, em detrimento de outros ???

Para recordar a memória do governador, em março 2017, ele conseguiu a aprovação do Projeto de Lei 234/2017, que beneficiava os centros de distribuição no Maranhão com alíquota de apenas 2% no ICMS. Só que o projeto apenas empresas com mais de R$ 100 milhões de patrimônio poderiam ser beneficiadas.

A lei direcionou o benefício para um único grupo, resultando no fechamento de outros supermercados no Maranhão, que passou a ter praticamente um monopólio dos Supermercados Mateus, que, coincidentemente, passou a ser patrocinador dos eventos do Governo Flávio Dino.

Pelo visto, o incoerente Flávio Dino segue com o lema: “faça o que eu digo, mas não o que eu faço”.

E assim segue a gestão comunista no Maranhão, e que Dino quer implantá-la no Brasil.

Por  Jorge Aragão

Share.

Comments are closed.