Flávio Dino prevê gasto de R$ 4 milhões com guloseimas

0

Ata de registro de preços adotada pela Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) e que deverá ser seguida por todos os órgãos e entidades do governo Flávio Dino (PCdoB) nos próximos 12 meses prevê gasto de mais de R$ 4 milhões com a compra de lanches, incluindo bebidas e petiscos. O extrato da referida ata, destinada à contratação de empresa para prestação de serviços de buffet para eventos, foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado do dia 12 de abril deste ano.

A empresa beneficiária do contrato é a Visão & Perfil Assessoria Eventos e Serviços LTDA. A contratação se deu por meio da Secretaria Adjunta de Registro de Preços, criada por Medida Provisória especialmente para essa modalidade de concorrência pública.

Itens

Planilha informa lanches que deverão ser fornecidos (marcados de azul)

Os itens classificados como lanche que deverão ser fornecidos conforme as necessidades do órgãos que aderirem à ata são os seguintes: chocolate quente; refrigerante (2 tipos, sendo normal e light); 3 (três tipos) de iguarias a escolher entre: 1 tipo de pão (pão de queijo ou pão delicia), 1 tipo de salgado (esfirra, quibe, coxinha ou empada) e 1 tipo de bolo (trigo, cenoura com cobertura de chocolate, formigueiro, chocolate com cobertura ou macaxeira).

O valor total do gasto com o fornecimento de 518.440 lanches, ao preço unitário de R$ 8,00, é de R$ 4.147.520,00, conforme discriminado em planilha.

Share.

Comments are closed.