Flávio Dino desce o nível e chama presidente de “besta-fera”

0

Flávio Dino partiu com tudo para cima de Bolsonaro, comparando o presidente ao diabo

Inconformado por não passar novamente de 1% em mais uma pesquisa de intenções de voto para a Presidência da República, em 2022, e com a liderança folgada de Jair Bolsonaro (sem partido) na mesma sondagem, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), partiu com tudo para cima do presidente. Sem conter sua revolta com a ampla vantagem de Bolsonaro sobre todos os possíveis adversários e com o seu desempenho pífio entre os presidenciáveis, o comunista chegou a chamar Bolsonaro de “besta fera” nas redes sociais, em pleno Dia de Natal.

De acordo com a pesquisa, realizada pelo instituto Poder Data, entre os dias 21 e 23 de dezembro, se a eleição presidencial de 2022 fosse hoje, Jair Bolsonaro teria 36% das intenções de voto no 1º turno, com ampla liderança sobre todos os demais pré-candidatos.

Com essa pontuação, Bolsonaro fica 23 pontos à frente do segundo colocado na simulação testada pelo PoderData. Foram realizadas 2.500 entrevistas em 470 cidades de todas as 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Visivelmente contrariado com os números apurados, Flávio Dino escreveu o seguinte texto em seus perfis pessoais em diferentes redes sociais: “Na noite de Natal, a besta fera suas apologias absurdas de armas e violência, além de difundir mentiras. Coisa de Satanás – com letra maiúscula – querendo desviar atenção do nascimento de Jesus Cristo. Mas tenho convicção de que a palavra é mais forte e a nossa Nação vai se libertar desse mal”.

MÍDIA EM VÃO

A indignação de Flávio Dino com o resultado da pesquisa tem toda razão de ser. Apesar de todos os seus esforços para ocupar espaços na mídia local e nacional, inclusive com uso farto de dinheiro público para propagandear o seu governo em veículos de comunicação de vários estados e projetar o seu nome no cenário político brasileiro, o governador maranhense jamais conseguiu consolidar-se como nome viável para a sucessão presidencial.

O fiasco de Flávio Dino se dá até mesmo dentro do seu próprio campo político. Dos nomes da esquerda incluídos na pesquisa, é justamente o comunista que aparece na pior colocação, atrás de Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (PSOL). Detalhe: dmbos já tiveram o apoio declarado de Dino em eleições recentes e foram derrotados.

Confira os números da pesquisa:

Fonte: Blog do Daniel Matos.

Share.

Comments are closed.