Flávio Dino compra GATO ao invés de LEBRE em aquisição de respiradores

3

Nesta quinta feira (17), o governador Flávio Dino teve uma ampla evidência nacional por “contrabandear” direto da China comunista (país que é governado por seus correligionários de partido), uma centena de aparelhos de respiração para as vítimas da Covid-19, burlando assim, diversas regras de importação nacional.

Uma pessoa comum que vê essa notícia nos meios de comunicação, e que é aliado palaciano, acredita que Dino seja o salvador da pátria, o que passa longe de ser verdade, se fizermos uma análise mais apurada do contexto de nosso estado.

Os poucos aparelhos respiratórios que Dino trouxe da China, não vão resolver nada, já que ele foi muito frouxo em outros aspectos, como o de liberar os supermercados a funcionarem em pleno vapor durante o início do isolamento social. Agora que os casos só vêm aumentando, ele resolveu diminuir para 50% o atendimento ao público nos supermercados do estado.

Ainda por cima, os aparelhos respiratórios que foram adquiridos da China, na ganância de mostrar um trabalho eficiente que não existe, não têm se quer um padrão tecnológico ideal. Não sabemos se por conta de falta de orientação ou consultoria adequada, o fato é que eles não cumprem o papel de monitorar, gerar gráficos e garantir segurança ideal para os pacientes! Aparelhos respiratórios não são apenas para encher o paciente de ar, e não precisa ser muito estudioso da área pra entender isso!

 

A situação é tão grave que importantes hospitais privados da capital como a UDI, São Domingos, Centro Médico, Português e Guarás, já declararam superlotação, e que não estão recebendo mais novos pacientes, o que vai agora sobrecarregar o Sistema Público de Saúde do estado e do município!

Em todo o território maranhense, já são 40 óbitos, quase 800 casos confirmados e mais de 3 mil pessoas com suspeita de estarem infectadas com o novo coronavírus, mas esse número de suspeita não chega nem perto do que é o número real, haja vista a grande estratégia do governador charlatão em não aplicar o teste rápido para detecção positiva da Covid-19!

O fato é que, se a rede privada já está falida para o atendimento dos pacientes com o novo coronavírus, só revela que estamos perdendo a guerra para o vírus graças à fraqueza do governador!

Precisamos o mais urgente possível de estratégias que possamos identificar o número real de vítimas da doença, para que assim, seja criado um plano de redução dos óbitos em nossos hospitais! Para isso, Flávio Dino precisa implantar o teste rápido nos hospitais de referência!

Cadê os testes rápidos Flávio Dino?!

Share.

3 Comentários

  1. Meio a Pandemia, não seria melhor manisfestar apoio ao invés de criticar? Esse blog deveria ajudar no esclarecimento a população`………. não precisamos agora alimentar o ódio…….. O distanciamento social ainda é uma alternativa viável… quem não concordar deveria apresentar outra variável para análise..

  2. Amigo, veriique a situação real dos particulares. Pois olhei que são inverdades que o governador falou. Da superlotação

  3. Deveriam se preocupar com a saúde ao invés de fazer politicagem.