Felipe Neto é indiciado por corrupção de menores

0

O youtuber Felipe Neto foi indiciado na 5ª feira (5.nov.2020) pela DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática) por corrupção de menores. Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, ele divulgou material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal no YouTube, sem limitar a classificação etária dos vídeos.

A informação foi divulgada pelo youtuber. Através de suas redes sociais, Felipe disse que já esperava a acusação e confia na Justiça. “Baseado em denúncias caluniosas feitas pela articulação do ódio bolsonarista, um delegado decidiu me indiciar sem apurar nada ou fazer qualquer investigação”, escreveu.

Segundo Felipe, os vídeos são de anos atrás, quando ainda “falava palavrão e fazia piada com sexo, como inúmeros youtubers”. O canal de Felipe Neto no YouTube tem, atualmente, 40,3 milhões de subscritores.

A Polícia Civil do Rio informou que começou a investigar o caso depois de denúncia levada ao MP (Ministério Público) do Rio. Segundo a corporação, o youtuber teria cometido crime previsto no artigo 244B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Em nota, a assessoria de imprensa de Felipe afirmou que “o inquérito está apurando as mesmas falsas acusações e desinformações que há meses vêm sendo cometidas e articuladas por membros da extrema-direita, fortemente incomodados com as críticas ao governo Bolsonaro”.

“Quando começou a se manifestar vigorosamente contra os absurdos do governo Bolsonaro, [Felipe] já estava preparado para enfrentar todos os tipos de ataque cometidos pela articulação do ódio.”
Fonte: Poder360.
Share.

Comments are closed.