Em entrevista, Flávio Dino confessa atrasos com fornecedores e tenta minimizar crise

0

A cada aparição pública, cai a máscara. Em entrevista à Folha de São Paulo, o governador do Maranhão,  Flávio Dino (PCdoB) admitiu de maneira clara que está enfrentando problemas no pagamento de fornecedores. Sem citar quais serviços e o quantitativo (além do valor devido), o comunista – ao mesmo tempo em que admite o calote – tenta colocar panos quentes, ao dizer que “não se trata de nada alarmante”.

Dino – como de costume – apesar de citar o quadro preocupante das finanças públicas maranhenses, não cita os próprios erros e culpa fatores externos pelo déficit das contas. Segundo ele, “ajustes” estão sendo feitos, como renegociação de contratos em várias áreas.

O governador somente não explicou como tornou o Maranhão um estado retraído economicamente e sem quaisquer perspectivas. Vale lembrar que, para este ano, o Estado possui aproximadamente R$ 21 bilhões previstos na Lei Orçamentária. O valor é bem superior ao disponível no início de seu mandato.

O blog está aberto a ouvir o Governo acerca da falta de pagamento aos fornecedores.

Trecho da entrevista concedida à Folha em que Dino admite problemas com fornecedores

Por Marco Aurélio D’Eça

 

Share.

Comments are closed.