DEMOROU DEMAIS! O Adeus a Nair Portela…

1

O sol hoje parece brilhar com mais intensidade na Universidade Federal do Maranhão. Natalino Salgado retoma sua contribuição na gestão da nossa UFMA. Já empossado reitor desde o dia de ontem (12), volta com a missão de retomar o desenvolvimento da Universidade. Doze de novembro, um dia marcado por ansiedades e alívios. Ansiedade pelo retorno de uma figura tão ilustre , detentor de numerosas honrarias, professor, pesquisador, escritor e médico. E alívio pelo término de uma gestão desastrosa (Nair Portela e aliados como João de Deus).

A comunidade acadêmica (discentes, docentes e técnicos) respira aliviada com a chegada de Natalino Salgado.

Nair Portela deixa a Universidade com saldo negativo, queda na qualidade dos serviços oferecidos pela instituição, falta de iluminação, falta de segurança, péssima alimentação oferecida pelo restaurante universitário (com fornecimento de comida estragada), falta de diálogo com a comunidade acadêmica, dentre inúmeras outras questões.

As empresas que prestam serviços para a Universidade estão com pagamentos em atraso o que acarreta em diversas greves, como no setor de segurança e limpeza, na diminuição de funcionários, na falta de manutenção e até mesmo na falta de papel higiênico nos banheiros.

Os prédios se deteriorando a cada dia que se passou nos últimos quatro anos, a biblioteca central sucateada e abandonada por pura vaidade e egoísmo, além de diversos locais que necessitam de recapeamento asfáltico. Sem falar de inúmeros prédios que funcionam sem água nas torneiras, banheiros e bebedouros. Da péssima qualidade da água nos pouquíssimos bebedouros que funcionam. Do lixão a céu aberto atrás do biotério central, para onde os terceirizados fazem uma caminhada diária ao final da tarde para jogarem fora o lixo recolhido dos prédios durante o seu dia de trabalho. Uma vergonha Nair!

O distanciamento da UFMA com os Deputados e Senadores do Estado, a falta de investimentos de recursos e emendas federais e a inexperiência fizeram com que a gestão da Universidade se esvaísse pelo ralo.

A UFMA precisa urgentemente ter suas contas auditada, as nomeações que foram feitas, as diárias concedidas, a obras e reformas empenhadas e não realizadas, muitas irregularidades. Há quem diga que a UFMA foi transformada em cabide de empregos e casinha dos comunistas.

Vale a pena lembrarmos um pouco do que foi feito durante esses longos últimos quatro anos que a universidade vivenciou.

Violência – A UFMA passou por um período trevoso de assaltos, estupros e pasmem, até assassinatos durante a gestão de Nair Portela. No dia de 05 de agosto de 2016, o estudante Kelvin Rodrigues, 22 anos, do curso Bacharelado em Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Maranhão – UFMA, levou quatro golpes de faca na costa e foi a óbito. Tudo isso aconteceu quando Kelvin foi ao banheiro, em um bloco mais distante, onde era realizada uma programação cultural de encerramento de um evento e dois meliantes o seguiram.

Importante lembrar, que havia um pedido para que a reitoria não permitisse o evento tendo em vista a universidade à época não contar com seguranças suficientes para a realização (pela UJS-juventude do PCdoB) do evento cultural.

Educação – Uma queda abismal nos índices educacionais dentro da universidade, desde a falta de professores, a corte de bolsas de assistência estudantil para os acadêmicos.

Acuada e completamente perdida durante sua gestão, Nair tomou mais uma medida intempestiva. Exonerou a pró-reitora de ensino, Isabel Ibarra, do cargo. A atitude revelou uma retaliação da ex-reitora em relação a greve dos alunos de medicina de Pinheiro.

Outro que sofreu com as atitudes autoritárias e antidemocráticas da ex-reitora foi o professor e vice-reitor Fernando Carvalho, ela mandou recolher o carro de uso da vice-reitoria em represália a participação do vice-reitor, como palestrante, no Campus de Codó, de um evento do “Pacto pela UFMA” – movimento lançado em novembro de 2018 em Pinheiro por professores, estudantes e técnicos da UFMA. Fernando foi eleito junto com Nair Portela, e pasmem, teve mais votos que a reitora, tendo em vista que na UFMA a eleição para reitor e vice não é “casada”.

Os acadêmicos de odontologia reivindicaram no mês de maio de 2018 diversas melhorias para o curso. Uma reunião chegou a ser realizada no dia 19 de abril, com apresentação dos pedidos a ex-reitora e ela se comprometeu em atender. Uma das principais exigências à época foi o funcionamento do prédio de odontologia, inaugurado em 2015, pelo então reitor, Natalino Salgado. No entanto, o prédio nunca foi liberado para uso por Nair Portela. O prédio possui três pavimentos destinados a salas de aula, salas administrativas, auditório para teleodontologia (videoconferência), 98 consultórios odontológicos, 80 simuladores de paciente de odontologia para pré-clínica, raio X, tomografia, além de mini auditórios. Enquanto isso estudantes e professores usam o antigo prédio que está em situação precária e totalmente sucateado. As cadeiras odontológicas e aparelhos de raio-x estão quebrados, salas estão cheias de goteiras, e tudo isso impede o atendimento ao público, já que os estudantes precisam praticar seus conhecimentos nos laboratórios!

Nair e seu aliado João de Deus encerram sua gestão como a pior que a UFMA já teve em seus mais de 50 anos de história. A Universidade não cresceu nenhum milímetro, nem infraestrutura e muito menos em educação. Natalino Salgado recebe uma universidade retrocedida, tendo em vista como entregou nas mãos de Nair Portela em 2015.

A vontade da comunidade universitária é soberana e foi respeitada. Natalino Salgado foi escolhido pela ampla maioria de todos os segmentos que fazem a universidade e com grande satisfação reforça seu compromisso de trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento com sustentabilidade da nossa UFMA.

A UFMA lhe recebe de braços abertos!

Seja bem vindo Magnífico Reitor Natalino Salgado Filho.

 

Por eusouemaranhao.com.br

Share.

1 comentário

  1. Natalino deixou rombo na Ufma, construiu clínica pra ele como dinheiro esquema construtora e outros