“Cutucando onça com vara curta”! O governador comunista pirou de vez!

0

Foto: Divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)Marco Aurélio Mello, enviou à Câmara dos Deputados uma queixa-crime apresentada pelo governador do maranhão, Flávio Dino, contra o presidente Jair Bolsonaro. Em janeiro, Dino acionou a Corte depois que o chefe do Executivo afirmou, em uma entrevista à Jovem Pan, que cancelou uma viagem ao Maranhão após ter pedido negado para que a Polícia Militar fizesse a sua segurança. Em outubro, segundo o presidente, ele iria para a cidade de Balsas, em um evento religioso .

Na ocasião, Flávio Dino rebateu a acusação, afirmou que não foi negada segurança ao presidente e pediu que fossem apresentadas provas. Agora, o governador do Maranhão acusa Jair Bolsonaro por crime de calúnia. Na ação, ele ainda afirmou que não recebeu ofício e nem negou pedido do Gabinete de Segurança Institucional para a segurança do presidente. Dino ainda destacou uma nota divulgada pela aliança de pastores evangélicos da cidade que nega a existência do evento. No parecer apresentado por Marco Aurélio Mello, o ministro destaca que é necessária a liberação do poder Legislativo para uma investigação contra o presidente da República no STF.

Fonte: Jovem Pan

Share.

Comments are closed.