Confira a entrevista com o secretário Felipe Camarão

0

Neste ano letivo, que iniciará em fevereiro nas escolas da rede pública estadual, haverá uma série adicional ao Ensino Médio destinada aos estudantes que cursaram o 3º ano em 2020, mas se sentem prejudicados em relação à aprendizagem e desejam recuperar o conteúdo das aulas. Trata-se do projeto Aprender Mais, com o 4º adicional, que será implementado pela rede estadual neste ano. Em entrevista exclusiva ao jornal O Imparcial, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, dá mais detalhes sobre esse projeto.  

Como surgiu a ideia de implementar essa série adicional no Ensino Médio da rede pública maranhense?

A proposta foi pensada, principalmente, para assegurar a recuperação da aprendizagem aos estudantes da 3ª série do ensino médio, portanto, pré-vestibulandos que se sentiram prejudicados com a suspensão das aulas presenciais em decorrência da pandemia da COVID-19. Nossa intenção é que seja um reforço e apoio à preparação desses estudantes para o ENEM e vestibulares e, também, sirva como fomento ao protagonismo juvenil, por meio do engajamento social e fortalecimento do vínculo com a escola.

Esse projeto é somente para os alunos matriculados no terceiro ano do ensino médio da rede pública ou da rede particular também podem?

O objetivo é ofertar 45 mil vagas exclusivas para estudantes da Rede Pública Estadual, destinadas àqueles que não tiveram conectividade para o ensino remoto ou qualquer outro tipo de limitação que os impediu de ter acesso a uma aprendizagem com qualidade. Somado a isso, a pandemia aumentou as desigualdades sociais, muitas famílias perderam suas rendas, portanto, nosso papel como gestor público é garantir acesso desses estudantes a oportunidades para que possam seguir seus projetos de vida.

Na prática, como será realizada essa oferta no ano letivo? Fale um pouco mais sobre essa proposta?

O Aprender Mais foi idealizado para 2021, em virtude do ano pandêmico de 2020. Serão ofertadas aulas conjuntas com a 3 série do ano letivo, com material específico para preparação para o ENEM. O estudante terá horários reservados para ação voluntária na comunidade escolar, com o desenvolvimento de atividades esportivas ou culturais, e com certificação emitida pela SEDUC. As atividades poderão ser desenvolvidas nas escolas, instituições parceiras ou na comunidade local. Os estudantes terão os quatro períodos letivos e nossa ideia é iniciar junto com o calendário referência da rede estadual.

Como será realizada a inscrição, será por adesão?

A 4ª série do Ensino Médio é opcional, então o estudante faz a adesão no ato de sua inscrição, que ocorrerá em período específico, a ser divulgado pela SEDUC nas próximas semanas. E a abertura das turmas será de acordo com a demanda de cada município, mas atenderemos toda a demanda de estudantes que tiverem interesse.

E como serão as aulas, presenciais, híbridas ou remotas?

As aulas serão ofertadas em conformidade com as orientações para as escolas da Rede Estadual, no ano letivo de 2021, ou seja, ocorrerão de forma remota ou híbrida, de acordo com os índices epidemiológicos do estado na data definida pela Secretaria para o calendário escolar.

Os estudantes terão algum tipo de estímulo para cursarem a 4ª série?

Sim. Além de terem acesso ao conteúdo preparatório para o Enem, laboratório de redação e língua estrangeira, também contarão com bolsas de estudos, fruto de parcerias com instituições privadas, e bolsa de apoio aos estudos em universidades públicas.

Share.

Comments are closed.