A candidatura de Brandão, além de não deslanchar, a cada dia perde força

0

Nos últimos dias, recebemos a notícia da reunião do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior com o governador Flávio Dino, informando ao chefe do executivo estadual, da sua pré-candidatura à sua sucessão.

Alguns especialistas políticos focaram no fato da candidatura tirar votos do seu ex-companheiro de partido, o senador Weverton Rocha, porém, mais do que isso, com Holanda no páreo, o maior prejudicado é o vice-governador Carlos Brandão, que é o candidato do Palácio dos Leões, pois, além de votos, irá perder aliados que irão segui-lo naturalmente.

Esses movimentos consolidam aquilo que já foi previsto pelo blog Ilha Rebelde em matérias anteriores. Dino precisa de apoio para sua candidatura ao Senado, e quanto mais para ele, melhor.

Algumas fontes próximas ao governador afirmam que Dino quer ter uma votação maior a que Weverton teve em 2018, tendo em vista que Weverton teve mais votos para o senado que Dino para governador naquela eleição, por isso virou questão de honra lavar o ego ferido dando o “troco”, invertendo os números dos resultados eleitorais. Para tal, ele está amarrando todos, e tenta fazer com que, cada vez mais, outros nomes importantes orbitem ao seu redor. Até se Simplício Araujo lançar sua pré-candidatura, Flávio Dino vai apoiar, basta ele ter garantido o retorno de que terá apoio à sua candidatura ao senado.

Ou seja, de uma forma ou de outra, Brandão está em maus lençóis. Nesse ritmo, sua candidatura acabará minguando, porque teoricamente ele está perdendo votos no grupo do governador.

O senador Weverton é o que menos corre risco em toda essa disputa. Ele que foi eleito com 1.997,443 votos, pois seu empenho e trabalho coerente em favor do povo na câmara senatorial, garante a fidelidade do seu eleitorado e sai na frente de todos os outros concorrentes, ao contrário de Brandão, que tecnicamente não tem votos, não é muito conhecido pelos maranhenses e não teve expressividade em quase duas gestões no governo.

E para jogar mais uma pá de terra nessa história, Weverton Rocha tem o apoio do prefeito Eduardo Braide à sua candidatura.

É… parece que Brandão não vai ter um dia de sossego.

Share.

Comments are closed.