" /> CORONAVÍRUS: Hospital da Mulher é a referência para receber pacientes em São Luís

CORONAVÍRUS: Hospital da Mulher é a referência para receber pacientes em São Luís

Comentários 0

A Prefeitura de São Luís segue tomando as medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) contidas no Decreto Municipal Nº 54.890, assinado na terça-feira (17), pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior, e reforçando a rede de saúde municipal para atender os pacientes que venham a apresentar sintomas da doença. Em São Luís, o Hospital da Mulher é a unidade de referência no atendimento, como 53 leitos bloqueados para os pacientes com a doença.  

“Com a confirmação do primeiro caso da doença em São Luís, vamos reforçar as medidas para garantir o atendimento aos pacientes e para o controle do coronavírus. É importante que a população evite sair de casa, aglomerações. Na última terça-feira assinamos decreto com medidas preventivas, que podem ser ainda mais rígidas agora com a mudança do quadro, com a confirmação de um paciente”, enfatizou o prefeito Edivaldo.

O Hospital da Mulher tem 53 leitos, entre eles Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Todos os leitos da unidade serão liberados e estarão reservados para atender exclusivamente aos pacientes que vierem a apresentar sintomas do novo coronavírus (Covid-19). A unidade receberá os pacientes que forem referenciados por outras unidades da rede municipal. Caso o paciente apresente sintomas graves, será submetido a testes para confirmar se trata ou não da Covid-19.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, as medidas são para prevenir os efeitos e não sobrecarregar a rede de saúde municipal. “Nossa referência é o Hospital da Mulher, por ser um polo ao atendimento na saúde básica e de média complexidade. O controle das nossas portas de entrada também é fundamental, por isso, também estamos fazendo o monitoramento com técnicos da Vigilância Sanitária e Epidemiológica para verificar se todas as medidas de higienização preventivas conta o coronavírus estão sendo tomadas nos estabelecimentos comerciais. Esse trabalho será continuo e ininterrupto”, disse.

VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Outra medida preventiva que está sendo tomada em São Luís é a fiscalização da Vigilância Sanitária, órgão da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). O trabalho está sendo feito em bares, restaurantes, shoppings, terminais de passageiros entre outros.

Equipes estão com ações no Terminal Rodoviário de São Luís. No local foi observado se o distanciamento entre as mesas nos restaurantes está respeitando as determinações, se as condições de higiene e manipulação de alimentos está de acordo com as legislações e normas sanitárias. Também estão sendo verificados os banheiros, se há disponibilização de sabão líquido e álcool em gel para a higienização das mãos entre outros itens.

As equipes também estiveram no Shopping Passeio, no bairro Cohatrac. O trabalho foi realizado ainda nos bares e restaurantes ao longo da Avenida Litorânea. Inicialmente, o trabalho é informativo e educativo, voltado para o público e funcionários dos estabelecimentos.

DECRETO

O decreto assinado pelo prefeito Edivaldo recomenda à população que evite frequentar locais fechados de grande ou média aglomeração, tais como cinemas, teatros, academias de ginástica, centros esportivos, museus ou correlatos. Para evitar aglomerações foram adotadas ainda medidas como a não concessão de autorizações de eventos públicos ou privados, incluindo a realização da Feirinha São Luís e edições do programa Todos Por São Luís.

Na área da saúde, as férias e licenças prêmios dos servidores da saúde foram suspensas por 60 dias. Todos os profissionais da área também devem comprovar vacinação contra a influenza até o dia 10 de abril. Também foram vedadas por 60 dias novas internações para cirurgias eletivas – aquelas que não são urgentes – com a finalidade de disponibilizar mais leitos nas unidades de saúde.

Por um prazo de 30 dias estão vedadas visitas nas unidades hospitalares e de acolhimento da rede municipal, sendo permitida somente a troca de acompanhantes e desde que estes não apresentem quaisquer sintomas de doenças respiratórias. Estão suspensos, também por 30 dias, os trabalhos de marcação de consultas na Cemarc Alemanha, excetuando-se os atendimentos de urgência, autorização de exames de alta complexidade e TFD (Tratamento Fora do Domicílio) que continuarão funcionando normalmente.

Foi suspenso o funcionamento das escolas da rede municipal de ensino de São Luís por um período de 15 dias. Recomenda-se que as escolas da rede privada adotem a mesma orientação. Outras ações também continuarão sendo tomadas para prevenir os efeitos do novo coronavírus, caso venham a ser confirmados casos na capital. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat